MENU

Certificado de Origem

O que é e para que serve?

Certificado de Origem é o documento providenciado pelo exportador e utilizado pelo importador para a comprovação da origem da mercadoria e que permite à mesma obter tratamento preferencial e redução ou isenção de tarifas de importação, quando previstas nos Acordos Comerciais Internacionais.

Como obter a Certificação?

Através de ofício o exportador apresenta o Certificado de Origem devidamente preenchido informando quantas vias necessita acompanhado da Fatura Comercial (Commercial Invoice) e Declaração. No mesmo ofício deve informar qual a principal matéria-prima e outros componentes integrantes do processo produtivo e qual a sua procedência.

O que é um produto "originário"?

 Um produto é considerado originário quando integralmente produzido no país ou cujo processo produtivo realizado no território do país atende a condições previamente estabelecidos ou que levem em consideração o montante máximo de matérias-primas e demais componentes estrangeiros nele empregados ou ainda a forma como essas matérias primas e componentes sejam incorporados ao produto.

Observações importantes 

1. Os Certificados deverão ser impressos em papel branco e apresentados à FIES pelo exportador em quantas vias lhe forem necessárias;

2. Entrar em contato previamente com o CIN/SE para solicitar a numeração que deve constar no Certificado;

3. Sempre que forem utilizados os modelos Mercosul, Mercosul/Chile ou Mercosul/Bolívia será necessário imprimir também os respectivos VERSOS (face oposta). Caso os versos sejam trocados o Certificado não terá validade e não poderá ser emitido;

4. A Declaração de Origem é indispensável para a emissão do Certificado. Esta Declaração preenchida pelo produtor da mercadoria indica os componentes do produto e o seu processo de elaboração;

5. A Declaração de Origem permanecerá arquivada na FIES juntamente com uma via do Certificado emitido;

6. Não serão aceitas versões em fotocópias ou transmitidas por fax: vias do certificado da fatura comercial e declaração de origem devem conter assinatura e carimbo originais.

7. O Certificado não poderá apresentar borrões rasuras rabiscos emendas ou entrelinhas e só será válido se todos os seus campos estiverem preenchidos. Essa obrigatoriedade não é imputada ao campo “observações”.

8. Devem ser emitidos a partir da data da emissão da fatura comercial correspondente ou nos 60 dias consecutivos da data da fatura;

9. O Certificado de Origem possui prazo de validade de 180 dias contados da data da sua emissão;

10. O valor da emissão do Certificado de Origem é de R$ 70,00; 

COD Brasil – Certificado de Origem Digital Para a emissão do Certificado de Origem Digital a empresa interessada deverá se cadastrar no sistema COD Brasil pelo site www.cod.cni.org.br.  

O valor de emissão para o COD é de R$50,00.